Ressecção de Cicatrizes

A cicatrização é um procedimento natural do corpo humano que acontece depois de alguma lesão ou cirurgia. Para ser considerada como esteticamente boa, a cicatriz deve ter coloração próxima a do restante da pele.

A presença de cicatrizes hipertróficas (mais largas e elevadas) e queloidianas (mais espessas, elevadas e escuras) além de interferirem na autoestima de muitas pessoas que as possuem, também acarretam incômodos físicos, como impedir movimentos, causando dor e coceira.

Assim, ainda que as cicatrizes sejam um sinal permanente, o procedimento cirúrgico de ressecção de cicatrizes melhora e minimiza a aparência das mesmas, corrigindo ao máximo as deformações existentes.

A anestesia utilizada costuma ser local com sedação e, em geral, o paciente fica apenas algumas horas no hospital.

Para saber mais informações sobre este procedimento, entre em contato com o consultório que atendo (no Rio de Janeiro: Centro) e marque seu horário.

Nosso Diferencial

• Todas as nossas cirurgias são realizadas por uma equipe completa – composta pela Cirurgião principal, Cirurgião auxiliar, anestesista e instrumentador. Todos com excelente formação, anos de experiências, e membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.
• Além de equipe composta por profissionais qualificados, só realizamos nossas cirurgias em ambiente hospitalar com CTI e centro cirúrgico com equipamentos modernos para melhor atendimento, segurança e conforto do paciente.
• Sempre solicitamos avaliação completa pré-operatória, com exames de sangue, exames de imagem e risco cirúrgico (parecer clínico e/ou cardiológico)
• Já realizamos mais de 600 cirurgias nos últimos 3 anos.

Perguntas Frequentes

Conheça as dúvidas mais comuns sobre este procedimento.

A cirurgia de correção de cicatriz é indicada para:

  • Cicatrizes alargadas ou com o aspecto indesejável
  • Cicatriz hipertrófica, ou seja, elevada, rosácea, limitada a bordas da ferida, com coceira e dor, que eventualmente para de crescer e regride com o tempo, pode regredir com compressão e massagem
  • Cicatriz queloidiana, ou seja, elevada, violácea, invade tecidos vizinhos, geralmente tem coceira, dor e ardor, não regride, continua crescendo, não melhora com massagem e compressão, independe da técnica cirúrgica, pode recidivar.

A duração da cirurgia de correção de cicatriz depende do tamanho da cicatriz. Cicatrizes pequenas, de até quatro centímetros leva aproximadamente 30 minutos, enquanto cicatrizes com entre quatro e 15 centímetros pode demorar até uma hora.

A cicatriz demora pelo menos um ano para se maturar. Durante toda a recuperação, deve-se acompanhar com seu cirurgião plástico para monitorar e orientar cuidados pós-operatórios. Além disso, mesmo após a cirurgia pode ser preciso usar pomadas, cremes ou mesmo compressão local, de acordo com a orientação do especialista.

Pacientes com dificuldade para cicatrização, infecção ativa na área da cicatriz, uso crônico de corticoides e doenças do tecido conjuntivo são contraindicados para a cirurgia de correção de cicatriz.

Não é necessário preparo algum para a cirurgia de correção de cicatriz, ela inclusive pode ser feita mesmo sem jejum, se não for usada anestesia geral.

Na cirurgia de correção de cicatriz pode ocorrer infecção, abertura dos pontos e sangramento, mas são complicações mais raras.

Dra. Ana Borba Leite

Graduada em medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pelo Hospital Federal de Ipanema (HFI). Também sou membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – SBCP.

Atualmente, atendo em meu consultório localizado no centro do Rio de Janeiro.

Realizo constantes cursos de atualização e participo de importantes congressos na área médica no Brasil e em outros países.

Conheça a estrutura da Clínica